Arquivo para Língua Portuguesa - Blog do PNLD da Editora Moderna

Conheça as obras de Língua Portuguesa e Estrangeira aprovadas no PNLD 2014

Por | Eventos, Moderna Digital | Sem comentários

Boa tarde, amigos modernos!

A escolha dos livros da campanha do Programa Nacional do Livro Didático vai até dia 12 de agosto. A partir de hoje, vamos fazer uma reapresentação das nossas obras aprovadas. Vamos começar pela coleção Singular & Plural, de Língua Portuguesa.

 

Código da coleção: 27478COL01

A coleção tem como seu principal atrativo conteúdos que interligam a realidade dos alunos com os contextos escolares. As obras abordam assuntos do universo dos adolescentes e estimulam a formação cidadã, trabalhando a produção textual e a gramática. Organizadas em três cadernos – Leitura e Produção, Práticas de Leitura e Estudos de Língua e Linguagem – os livros oferecem ao professor o estudo de gêneros multimodais, refletindo os diferentes aspectos da língua portuguesa e a estudando como um fenômeno social e histórico.

Planejamento Interativo

A revolução na sala de aula começa com um planejamento orientado a cada disciplina e a cada turma, com metodologias e recursos complementares eficientes. Sabendo disso, a Editora Moderna elaborou o Planejamento Interativo para todas as obras aprovadas no PNLD 2014. A ferramenta pedagógica direciona os conteúdos a serem trabalhados de acordo com a relevância e traz aos professores algumas sugestões de quem pensou o livro.

Confira o Planejamento Interativo da coleção Singular & Plural

Língua Estrangeira: It Fits

Para o componente curricular de Língua Estrangeira, a nossa indicação é a coleção It Fits, que parte do cotidiano do aluno. Os quatro volumes promovem uma imersão na cultura dos países de língua inglesa, estabelecendo um diálogo desta com a cultura brasileira. Conheça mais sobre a obra:

Código da coleção: 27394COL44

 

 

 

SINGULAR & PLURAL: A LÍNGUA PORTUGUESA EM PROL DA FORMAÇÃO CIDADÃ

Por | Moderna Digital, Novidades | Sem comentários

Boa tarde, amigos modernos

Estudar a Língua Portuguesa vai além do estudo de regras gramaticais e movimentos literários. Os professores de Português possuem hoje um desafio muito maior: trazer contextos atraentes que situem a realidade dos alunos dentro dos conceitos estudados em sala de aula. Para facilitar esse processo, a Editora Moderna apresenta a coleção Singular & Plural.

As obras abordam assuntos do universo dos adolescentes e estimulam a formação cidadã, trabalhando a produção textual e a gramática. Organizadas em três cadernos – Leitura e Produção, Práticas de Leitura e Estudos de Língua e Linguagem – os livros oferecem ao professor o estudo de gêneros multimodais, refletindo os diferentes aspectos da língua portuguesa e a estudando como um fenômeno social e histórico.

Os grandes destaques da coleção Singular & Plural envolvem o trabalho para a formação do leitor literário e o uso de situações contextualizadas na hora do ensino da gramática normativa. Juntos, esses dois processos colaboram na formação de cidadãos críticos que sabem utilizar corretamente a Língua Portuguesa em cada momento do seu dia a dia.

SOBRE AS AUTORAS

Laura de Figueiredo é Bacharel em Letras pela Universidade de São Paulo e Mestre em Linguística Aplicada pela Pontifícia Universidade Católica.

Shirley Goulart é Licenciada em Letras pela Faculdade Rui Barbosa e Especialista em Literatura pela Pontifícia Universidade Católica.

Marisa Balthasar é Licenciada em Letras pela Universidade de São Paulo e Doutora em Teoria Literária pela Universidade de São Paulo.

MATERIAIS MULTIMÍDIA

Pensando sempre na conexão dos alunos com a linguagem digital, a coleção Singular & Plural conta com ferramentas multimídia que colaboram na compreensão dos conceitos gramaticais. Confira aqui todos os recursos disponibilizados ao professor e garanta a melhor escolha em Língua Portuguesa no PNLD 2014.

 

Ciclo de Palestras 2013 – Faculdade Sumaré – São Paulo/SP

Por | Dicas, Moderna Digital | Sem comentários

Pessoal, bom dia

Boa tarde, pessoal

A equipe pedagógica da Editora Moderna em São Paulo realizou, no últimos dias 06 e 15 de maio, dois encontros com professores da rede pública na Faculdade Sumaré, em São Paulo, com a presença da Diretoria de Ensino da região Centro-Oeste. No dia 06 de maio, os 166 educadores presentes acompanharam a palestra “Narrativas em Matemática”, ministrada por Michele Rodrigues, assessora pedagógica da Editora Moderna:

Ciclo de Palestras 2013 - Faculdade Sumare - São Paulo - SP (1) Ciclo de Palestras 2013 - Faculdade Sumare - São Paulo - SP

 

No dia 15 de maio, 186 educadores de São Paulo participaram da apresentação “Ensino da Língua na Perspectiva dos Multiletramentos”. A autora Shirley Goulart, da coleção Singular & Plural, aprovada para o PNLD 2014, conversou com os educadores e coordenou a troca de experiências e de vivências na sala de aula, fundamentais para a construção de novos paradigmas educacionais.

Ciclo de Palestras 2013 - Faculdade Sumare - São Paulo - SP (2) Ciclo de Palestras 2013 - Faculdade Sumare - São Paulo - SP (1) Ciclo de Palestras 2013 - Faculdade Sumare - São Paulo - SP

A Editora Moderna agradece a presença de todos nos dois encontros. Em especial aos representantes da Diretoria de Ensino da região Centro Oeste de São Paulo.

Conheça mais o autor 

Shirley Goulart é licenciada em Letras pela Faculdade Rui Barbosa, Especialista em Literatura pela Pontifícia Universidade Católica e autora de livros didáticos na Editora Moderna.

A coleção “Singular & Plural“, publicada pela Editora Moderna, é uma das obras inscritas na campanha do PNLD 2014. A obra aborda assuntos relativos ao universo adolescente e à formação cidadã, como primeiro amor, amizade, meio ambiente e ética, ao trabalhar produção textual e gramática. Clique na imagem abaixo e conheça mais sobre a obra:

 

Guia do Acordo Ortográfico

Governo adia obrigatoriedade do Novo Acordo Ortográfico

Por | Dicas | Um comentário

Boa tarde, amigos modernos!

Estamos de volta à ativa e vamos começar 2013 com um assunto que anda causando polêmica na comunidade docente. Nos últimos dias de 2012, a presidente Dilma Rousseff decidiu adiar a obrigatoriedade do uso do Acordo Ortográfico de Língua Portuguesa, assinado pelo ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, em 2008. De acordo com o decreto, redigido pelo Ministério de Relações Exteriores, o novo prazo para a entrada em vigor do novo acordo é 01º de janeiro de 2016.

O pedido de adiamento do prazo partiu de uma decisão conjunta dos ministérios das Relações Exteriores, da Cultura e da Casa Civil. Técnicos e subchefes dos três ministérios ressaltam a importância de ajustar o prazo brasileiro com o de Portugal, que tem mais três anos para aplicar o Acordo no país. Com o novo decreto, os brasileiros poderão utilizar as duas normas ortográficas.

Para quem está por fora do assunto, vale dizer que a decisão tem uma motivação muito mais política do que prática. Dos oito países que assinam o documento, o Brasil, sem dúvida, é o que mais avançou na implantação do acordo. Atualmente, toda a produção editorial publicada no país já é lançada sob o novo acordo ortográfico. Segundo o secretário de Educação Básica, César Callegari, em entrevista ao portal G1, o MEC é favorável a alinhar o cronograma brasileiro com o dos outros países, especialmente Portugal.

Mudanças do novo acordo ortográfico (Foto: Reprodução)

O secretário ainda ressaltou a exigência que o MEC tem com as editoras de livros didáticos para a preparação de materiais adaptados às novas regras da ortografia. Assim, nos últimos anos, o Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) acrescentou em seu edital a importância do novo acordo.

Em relação à preparação dos professores, Callegari acredita que é responsabilidade das universidades ensinarem as novas regras. “Boa parte da tarefa que cabe ao ministério está realizada. O trabalho de formação de professores e atualização cabe fundamentalmente ao sistema de ensino, das instituições públicas e privadas de educação superior. Mas as diretrizes estão dadas, e os materiais já estão com as novas características dessa nova ortografia”, disse.

 A pedagogia em debate

Com o adiamento do acordo, muitos educadores e especialistas contrários às novas regras ortográficas enxergam uma nova oportunidade para debater a implantação do acordo. Ernani Pimentel, presidente do Movimento Acordar Melhor, acredita que o acordo apresenta um formato bastante antiquado em relação às práticas pedagógicas adotadas pelas escolas brasileiras. “Na década de 70, quando o acordo foi assinado, a educação se baseava na didática da memorização, na chamada ‘decoreba’. Em história, o que se estudava história eram nomes e datas, e em português eram só as regras e as exceções. Mas a pedagogia foi evoluindo, e hoje o aluno está acostumado a racionar, ele quer pensar e entender, e não ficar decorando, e essas regras são baseadas ainda na pedagogia antiga”.

 

E você, o que acha desse assunto?

Saiba mais

A Editora Moderna disponibiliza um guia do Novo Acordo Ortográfico. Confira:

O QUE SÃO CONTOS LITERÁRIOS?

Por | Aulas/Explicações | 3 Comentários

Boa tarde, amigos modernos!

Os contos literários possuem forte influência na cultura e na literatura. Essas pequenas histórias recheadas de personagens imaginários e com pitadas de ironia e sátira são contadas por meio de narrativas em prosa linear e não se aprofundam no estudo psicológico das personagens nem nas motivações de suas ações. Os contos literários tornaram-se importantes no final da Idade Média, quando a famosa contadora de histórias, Sherazade, conta os “Mil e um contos nas Mil e Uma Noites”, e livra-se da morte, destino certo para as esposas do Rei Shariar.

Luciano de Samosata é considerado o primeiro grande contista da história. Na Alemanha, os irmãos Grimm publicaram dezenas de contos infantis, incluindo Branca de Neve e Chapeuzinho Vermelho. Em terras brasileiras, destaque para Machado de Assis e Aluízio Azevedo que abriram caminho para grandes nomes como Clarice Lispector, Lima Barreto, Otto Lara Resende e Lygia Fagundes Telles.

As informações vinham dos jornais, dos livros e dos famosos folhetins que dedicavam grande parte de seus espaços para os contos literários. Com a evolução da tecnologia, as notícias passaram para o cinema, o rádio, a televisão e, no século XXI, para a internet e o celular. Infelizmente, os contos perderam espaço na imprensa escrita, mas foram substituídos por outras formas de literatura como as crônicas ou artigos opinativos.

A verdade é que alguns críticos consideram os contos literários como espécimes de literatura secundária, por conta de sua literatura simples. Em contradição, sabe-se que quando utilizado de maneira adequada, o gênero cativa o gosto pela leitura, abrindo inúmeros caminhos e possibilidades. Quem já leu contos pode afirmar  que é praticamente impossível ler um conto pela metade ou pular-lhe linhas. Ele é simplesmente cativante.

Escrito por Fabiana Pamplona, assessora especialista de Língua Portuguesa da Editora Moderna. 

Saiba mais

A Editora Moderna acredita que os contos literários são fontes de conhecimento e história. Por isso, temos várias publicações que incentivam a leitura desse tipo de gênero. Selecionamos dois em especial:

Contos de Grimm – Volume 1

Coleção Contos de Grimm

Autor: Jacob Ludwig Carl, Wilhelm Carl Grimm

Tradução: Ana Maria Machado

Ilustração: Jean Claude R. Alphen

Faixa etária: A partir de 08 anos

Área: Ficção

Formato: 19.50 x 23,00

Número de páginas: 156

 

 

 

Antologia de contos – Contos brasileiros contemporâneos

Série Lendo e Relendo

Autor: Clarice Lispector, Dalton Trevisan, Ignácio de Loyola Brandão, João Antônio, Luiz Vilela, Lygia Fagundes Telles, Marina Colasanti, Moacyr ScliarMurilo Rubião, Osman Lins, Ricardo Ramos, Sérgio Sant’Anna, Sílvio Fiorani

Ilustração: Eduardo Albini

Faixa etária: A partir de 15 anos

Trabalho interdisciplinar: Português

Indicação: 1º Ano (EM), 2º Ano (EM), 3º Ano (EM)

Área: Ficção

Assunto: EJA, Relações familiares

Tema transversal: Pluralidade Cultural, Ética

Formato: 13,50 X 20,50

Número de páginas: 152